NOTÍCIAS 

Homem que desfigurou o rosto da esposa até a morte será levado ao banco dos réus em Medeiros Neto
Joel Mota Júnior, o “Junão” ou “Homem da Facoa”, irá a júri na próxima quarta-feira (23).

Joel Mota Júnior, o “Junão” ou “Homem da Facoa”, irá a júri na próxima quarta-feira (23).

A juíza Andréia Gomes Fernandes Beraldi promoverá na próxima quarta-feira (23/10) uma sessão de julgamento no Fórum Desembargador Gilson Roque, em Medeiros Neto, onde será julgado o lavrador Joel Mota Júnior, o “Junão” ou “Homem da Facoa”, 31 anos. Ele será levado a júri popular pela autoria do assassinato da sua própria esposa na madrugada de quinta-feira do dia 22 de novembro de 2012, na região do Galpão da Feira Livre, no centro da cidade de Medeiros Neto.

Na época do crime, “Junão” se utilizou de um instrumento usado no corte de cana de açúcar, denominado “facoa”, e desferiu um violento golpe que quase decepou o pescoço da sua esposa Marinei Cruz Silva, 46 anos na época, além de outros golpes que desfiguraram o rosto da companheira, lhe arrancando os dentes, mandíbula e até a língua da mulher.

Arma usada por “Junão” para assassinar a própria companheira foi apreendida pela polícia na época da barbárie.

Arma usada por “Junão” para assassinar a própria companheira foi apreendida pela polícia na época da barbárie.

Na ocasião, ele justificou o crime: “Eu gostava muito dela, mas, ela pegava muito em meu pé e não queria, por ciúmes, me deixar ir pra roça trabalhar. Ela era uma pessoa boa, mas quando bebia perdia a cabeça e, ontem [dia do crime], ela me agrediu com tapas”, descreveu. “Junão” matou a esposa no mesmo local onde, em maio de 2012, ele assassinou também a golpes de facoa, a pessoa de Manoel da Silva Pereira, 31 anos.